O compromisso da Roteiros de Charme com o meio ambiente

O Dia Mundial do Meio Ambiente se aproxima. Este ano, a cidade de Estocolmo, na Suécia, voltará a sediar o encontro, que terá como tema “Uma Só Terra”. O lema se repete 50 anos depois da realização da primeira Conferência das Nações Unidos para o Meio Ambiente – a Conferência de Estocolmo de 1972, que levou à criação do Programa de Meio Ambiente da ONU (PNUMA) e designou o 5 de junho de cada ano como data comemorativa. Este ano, o objetivo é destacar a necessidade de promover transformações, a partir de políticas públicas e de escolhas pessoais, rumo a estilos de vida menos poluentes e mais verdes.

Por conta da data específica, ao longo dos anos junho passou a ser automaticamente associado ao meio ambiente. O mês também reúne outras comemorações, como o Dia Mundial dos Oceanos (8 de junho), o Dia do Gestor Ambiental (17 de junho) e o Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca (17 de junho).

Desde a sua criação, em 1992, a Roteiros de Charme participa dos esforços mundiais em prol da preservação do meio ambiente. Há mais de 20 anos, desenvolvemos uma parceria com o PNUMA. Criamos também um Código de Conduta Ambiental e estimulamos nossos associados a adotarem práticas sustentáveis. Na raiz da trajetória que move a Associação está o conceito de hospitalidade de elevada qualidade, que pressupõe a preservação do meio ambiente e a sustentabilidade da atividade turística em sentido amplo.

São inúmeras as medidas adotadas. Entre elas: preservação da flora e da fauna, uso de placas fotovoltaicas para geração de energia elétrica, trabalho em parceria com produtores locais, redução do uso de produtos adversos ao meio ambiente e muitas outras. A seguir, selecionamos os trabalhos de preservação da flora e da fauna locais realizados por hotéis e pousadas da Roteiros de Charme.

Na cidade de Itu, em São Paulo, a Fazenda Capoava desenvolve o projeto “Florestas do Futuro”, que, em parceria com a ONG SOS Mata Atlântica, conta com mais de 14 mil mudas de árvores nativas plantadas na propriedade. Além dele, o “Rede das Águas” monitora a avalia o impacto do reflorestamento sobre a qualidade das águas.

Em Ribeirão Grande, também em São Paulo, o Paraíso Eco Lodge apoia diversos projetos sociais, além de participar dos conselhos de Unidades de Conservação Estaduais e planos de manejo. Tudo isso permite um posicionamento engajado em sustentabilidade e preservação na região. O hotel, inclusive, é reconhecido como Destino Verde.

No Vale de Cuiabá, em Itaipava (RJ), a Pousada Les Roches já plantou cerca de 2.000 mudas de árvores nativas da Mata Atlântica na encosta do morro e na beira do rio, que fica dentro de sua propriedade. Também mantém um pomar com árvores que servem de alimento de animais da região.

No Parador Lumiar, em Nova Friburgo (RJ), é feito o replantio de espécies locais com o objetivo de recuperar e proteger a mata nativa e compostagem para produção de adubo orgânico para hortas e jardins. Durante celebrações como o Ano Novo, por exemplo, não são permitidos fogos de artifício ou qualquer atividade que possa afugentar pássaros e animais do entorno. O hotel tem ainda um orquidário com 100 a 200 espécies. Quando florescem, em diversas cores e tamanhos, são exibidas por toda a propriedade.

Desde a sua inauguração, o Rosa dos Ventos sempre se manteve muito atento a todas as questões que envolvem o cuidado com o meio ambiente e o entorno da propriedade. Localizado a 1.250m de altitude, em plena Serra do Mar, constituiu uma Área de Reserva Legal, certificada pelo Instituto Estadual do Meio Ambiente (INEA), com o objetivo de proteger a Mata Atlântica que circunda o hotel. Implantado em 1972, o programa de preservação ambiental permitiu, sem nenhuma interferência humana, a regeneração da fauna e da flora nativas. O hóspede pode acompanhar o resultado desse trabalho caminhando pelos 10km de trilhas internas que o estabelecimento possui e que oferecem vistas deslumbrantes para a Serra dos Órgãos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *