Dia Mundial do Meio Ambiente marca a história da Roteiros de Charme

O Dia Mundial do Meio Ambiente (05/06) é uma data criada pela Organização das Nações Unidas, em 1972, durante a Conferência de Estocolmo, com o objetivo de estimular a mudança de consciência em relação a preservação do meio ambiente.

Em 2020, o tema da campanha é “A Hora da Natureza”, momento da recuperação da Biodiversidade, que foi destacada com as ações de isolamento social pelo mundo e a consequente recuperação da natureza sem a ação do homem.

Desde sua fundação, em 1992, inspirada na Conferência Mundial das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente e Desenvolvimento – a ECO 92, a associação Roteiros de Charme tem praticado uma hotelaria de qualidade, de forma sustentável.

A associação teve uma iniciativa pioneira no Brasil no que se refere à hotelaria sustentável ao criar, em 1999, um Código de Conduta Ambiental, desenvolvido em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UNEP), organismo da ONU responsável pelo Meio Ambiente, e se tornou referência internacional da iniciativa privada em proteção ao meio ambiente.

Desde então, os hotéis da Roteiros de Charme conseguem reduzir a quantidade de resíduos enviados para aterro em cerca de 60 a 90% sobre o total de resíduos produzidos. Materiais como plástico, metal, papel e vidro são quase totalmente separados e enviados para empresas de reciclagem. Os resíduos orgânicos na maioria dos hotéis são tratados localmente para produzir um composto utilizado como fertilizante de terras.

Em tempos de pandemia e crise sanitária, o diretor de Meio Ambiente da Associação Roteiros de Charme, Luiz Penna Franca, destaca que a proposta da entidade se mostra mais atual que nunca.

Luiz Penna Franca – Diretor de Meio Ambiente da Associação Roteiros de Charme

“O ideal do turismo sustentável que norteia a Roteiros de Charme desde sua fundação, neste momento de crise sanitária, longe de ser ofuscado, impõe-se mais do que nunca acertado. A sustentabilidade ganha uma nova dimensão prioritária, a dimensão sanitária”, explica o executivo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *