Tire uma casquinha de legumes, hortaliças e frutas para viagem

Não é preciso viajar para uma fazenda para ter o privilégio de comer pratos elaborados com produtos vindos diretamente da horta (e do pomar) para a mesa. Além dos hotéis-fazenda, até associados da Roteiros de Charme que ficam nas praias estão investindo na plantação de legumes, hortaliças, temperos e frutas para serem usados em suas cozinhas e servidos a hóspedes e funcionários.

Que tal tirar uma casquinha nas próximas férias?

 

São Miguel dos Milagres – Pousada do Toque

Situada em uma praia praticamente deserta, no litoral norte de Alagoas, natureza, conforto e gastronomia são pontos fortes da Pousada do Toque, que tem horta orgânica e um chef de cozinha, Nilo, para realizar os desejos gastronômicos dos hóspedes.

Todo o processo começa e termina na compostagem: a pousada tem triturador para folhas, galhos de árvores, coco verde e restos de frutas, com os quais foi criado um adubo próprio. Há também um “minhocário” para produção de húmus – lembrando que a minhocultura é um processo de reciclagem de resíduos orgânicos por meio da criação de minhocas com o intuito de produzir esse húmus, um excelente adubo para a atividade agrícola. Além disso, a Pousada do Toque produz suas próprias sementes, de forma diversificada, dependendo da estação do ano. Por tudo isso, em se plantando praticamente tudo dá na propriedade: frutas (mamão, bananas, limão siciliano e galego, amoras, pitangas, mangas, abacaxi, melancia, goiaba…), verduras (vários tipos de alfaces e rúculas, mostarda, espinafre, tomate cereja, batata doce, mandioca, milho verde, berinjela, abobrinha, quiabo, jiló, cenoura, couve, brocólis…), temperos (manjericão, hortelã, gengibre, capim santo, salsinha, coentro, boldo, erva cidreira, alecrim, cebolinha, citronela…) e ervas para chás. Desde a abertura da pousada, em 2000, tudo isso serve de matéria-prima para saladas orgânicas e os mais diversos pratos, como lagosta com frutas e legumes, peixe com espinafre, lasanha de berinjela, pesto de rúcula, risoto vegetariano, moqueca de legumes e banana…. Há ainda um galinheiro, de onde saem os ovos e as galinhas, que só se alimentam da produção local.

Mais informações:
www.pousadadotoque.com.br
pousada@dotoque.com

 

Teresópolis – Hotel Rosa dos Ventos

Por estrada asfaltada, a 130 kms da cidade do Rio de Janeiro, na Mata Atlântica e em plena Serra do Mar, o Hotel Rosa dos Ventos utiliza produtos da fazenda e preserva aspectos fundamentais da cozinha clássica, unindo originalidade e simplicidade caseira de várias partes do mundo. Lá, tudo é 100% orgânico. Dois funcionários são diretamente responsáveis pela horta, de onde se colhem alface crespa, repolho, alho-poró, aipim, cenoura, todos os temperos (manjericão, cebolinha, alecrim, tomilho, salsinha…) e algumas pimentas. Com eles são preparados pratos que seguem receitas antigas da família.

No terreno também são plantadas árvores frutíferas como pitangas, amoras, jabuticabas, poncãs, laranjas, limões, bananas e caquis, entre muitas outras, que não estão concentradas em um pomar delimitado, mas distribuídas pela propriedade. Algumas são servidas no café da manhã, outras são transformadas em deliciosas geleias.

Mais informações:
www.hotelrosadosventos.com.br
reservas@rosadosventos.com.br

Itaipava – Quinta da Paz Resort

Localizado a 90 Km da cidade do Rio de Janeiro, o Quinta da Paz Resort ocupa uma belíssima área de 70 mil m2 no Vale do Cuiabá, em Itaipava, no município de Petrópolis. Trata-se de um refúgio de luxo em meio à natureza exuberante da Mata Atlântica. O resort se diferencia por oferecer opções de lazer, tranquilidade, relaxamento e ainda os melhores sabores da gastronomia internacional.

Uma das raízes do sucesso do cardápio do chef Carlos José está na horta orgânica cuidadosamente acompanhada por dois jardineiros que se dedicam a plantar e colher couve, alface, abobrinha, hortelã, capim limão, funcho, manjericão e muito mais. Sem contar o pomar, de onde saem bananas, jabuticabas, carambolas, jambos, laranjas… O capim limão, por exemplo, é matéria-prima para um delicioso sorvete, a carambola se transforma em compota, e a banana é estrela não só de sobremesas como a banana flambada com calda de laranja, mas também da moqueca, em que ela é servida empanada.

Mais informações:
www.quintadapaz.com.br
reservas@quintadapaz.com.br

Bonito – Hotel Santa Esmeralda

Nas terras da antiga Fazenda Santo Honofre – 28.6 hectares de puro pasto e um lindo pedaço do Rio Formoso (1.500 metros) – foram projetadas e construídas as instalações do Hotel Santa Esmeralda, concebido para respeitar a arquitetura e a paisagem local. Localizado num paraíso ecológico a 17 km do centro da cidade de Bonito, lá o serviço despretensioso e a decoração guardam identidade com a região.

A horta orgânica do Santa Esmeralda, que já produziu hortaliças e temperos inclusive para abastecer a cidade, hoje fornece apenas para o hotel itens como alface, rúcula, couve e os mais diversos temperos. Já do pomar saem mangas, acerolas, limões, abacates, vários tipos de laranjas, bananas e até lichias, que são servidas ao natural ou na forma de sucos, geleias e mousses.
Mais informações:
www.hotelsantaesmeralda.com.br
hotel@santaesmeralda.com.br

 

Itapira – Fazenda Águas Claras

No sopé da Serra da Mantiqueira, próximo da divisa com o estado de Minas Gerais e em altitudes variando entre 840 a 1200 metros acima do nível do mar, a centenária Fazenda Águas Claras estende-se por uma área de 354 hectares, no encontro das serras de Serra Negra, Serra das Águas de Lindóia e Serra das Águas Claras, uma área de transição geográfica entre Mata Atlântica e Cerradão, divisória de várias nascentes de águas minerais com excelentes características.

Construída em 1870, esta importante propriedade rural do estado de São Paulo foi totalmente restaurada e transformada em um centro turístico dentro dos padrões de qualidade e de preservação do meio ambiente. Além dos queijos, doces e pães feitos artesanalmente com ingredientes da própria fazenda, lá também se produz culturas temporárias de milho e feijão, além de outras atividades, como a pecuária de corte e leiteira e o cultivo de frutas e verduras orgânicas para o abastecimento tanto da comunidade quanto dos visitantes. Não por acaso, a culinária da hospedaria promove um resgate da gastronomia rural, misturando os temperos do campo com ingredientes frescos e selecionados. São oferecidas quatro refeições diárias servidas no restaurante da Casa Sede e no quiosque à beira da piscina. O cardápio traz pratos caseiros como cordeiro ao forno com hortelã, leitoa à pururuca, tutu à mineira, abóbora com carne seca e frango caipira na palha.

Mais informações:
www.fazendaaguasclaras.com.br
reservas@fazendaaguasclaras.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *